O que você deveria saber sobre: Glutamato Monossódico(GSM)

Já ouvimos falar diversas vezes a frase: "Você é o que você come." É verdade! Por isso, necessitamos saber o que estamos ingerindo, em essência.

Infelizmente, na maioria das vezes, não se entende o que quer dizer aquele bando de nomes estranhos nos rótulos dos produtos. Partimos sempre do princípio de que as empresas não 'colocariam nada que levasse a riscos' dentro das embalagens. Mas não é bem assim...

O Glutamato está presente naturalmente no organismo e em alimentos ricos em proteínas como carnes e leite. Mas quando utilizado como realçador de sabor(modificado pelas industrias e adicionado aos alimentos), pode constituir um verdadeiro veneno para a saúde!

Lembrando: tudo o que é demais ou de menos, faz mal e o que diferencia o remédio do veneno é a dose. Nós já o temos no nosso organismo como neurotransmissor natural, então não necessitamos adicioná-lo a dieta.

Estudos recentes demonstram que a ingestão de Glutamato está ligada a Obesidade, Distúrbios Metabólicos como Diabetes e Hipertensão, Distúrbios Neurológicos como Alzheimer, Parkinson e comportamentais como o Autismo.

Fique atento se você sente alguns destes sintomas:
  • sensação de queimação na parte de trás do pescoço, antebraços e tórax
  • dormência na parte de trás do pescoço, irradiando para os braços e costas;
  • calor, formigamento e fraqueza no rosto, temporas, parte superior das costas, pescoço e braços;
  • pressão facial;
  • dor no peito;
  • dor de cabeça;
  • náusea;
  • batimento cardíaco rápido;
  • broncoespasmo (dificuldade respiratória);
  • sonolência;
  • fraqueza.

Mas como essa substância pode nos fazer mal?

O mecanismo do ganho de peso através da ingestão do Glutamato pode se resumir em um parágrafo: 

Ao ingerir-lo, células do Hipotálamo responsáveis pela produção de Dopamina - neurotransmissor estimulante do SNC e responsável pela sensação de prazer e saciedade - são destruidas; O Hipotálamo então se torna resistente a Leptina - substância que acelera o metabolismo e inibe o apetite; O Glutamato ativa uma outra substancia a AMPK - que desacelera o metabolismo, ou seja antagonista da Leptina - o que acaba por inibir o desejo de realizar atividades físicas. As células de gordura liberam mais Leptina, mas o Hipotálamo lesado ignora esse aumento... O apetite aumenta e o gasto energético diminui (o organismo tende a acumular gordura). O Glutamato também estimula o Pâncreas a liberar insulina, e esta por sua vez faz com que parte do açucar entre na célula(causando mais fome pela queda dos seus níveis séricos) e como o metabolismo se encontra em franca desaceleração, tende a armazenar boa parte do açucar sob a forma de gordura. Resumindo: Gordura por todos os lados = obesidade!

No caso da Hipertensão Arterial, o Glutamato estimula a abertura dos Canais de Cálcio - o que favorece a contração cardiaca, logo o aumento da sua frequencia. Pessoas que tomam anti-hipertensivo(bloqueadores dos canais de Cálcio) sofrem redução da eficácia do medicamento pelo uso do glutamato.

O Glutamato é um importante neurotransmissor cerebral. Porém quando em níveis elevados(como aqueles provenientes do consumo alimentar) se torna um vilão extremamente poderoso.

Nas doenças neurológicas o Glutamato causa injúria e morte neuronal por excitotoxidade, promovendo a entrada excessiva de Calcio nas células nervosas. E a partir daí a destruição
 gerada entra em um efeito dominó: interfere nos demais receptores e neurotransmissores cerebrais, extendendo seus danos, agravando críticamente o quadro dos pacientes.

Estudos Europeus estão caminhando e as investigações sobre os efeitos negativos do Glutamato no organismo estão alarmando muitos cientistas, pois demonstram correlações com outras doenças.

Pesquise e se informe. Sua saúde é responsabilidade sua, seu maior bem. 
Procure alimentação mais natural possível, evite industrializados de qualquer espécie.

Fontes: 


Veja também...

Tags

Acupuntura MTC Energia Terapias Corporais Massagem Meridiano Terapia Ocupacional Agulhas Auriculoterapia Cultura Diagnóstico Dores Articulares Moxabustão Pediatria Prevenção Reabilitação Relaxamento Saúde do Homem Teoria Tratamento auto-massagem crianças doenças infantis eletroacupuntura estética Articulações Atendimento Social Compulsão Contato Disfunção Erétil Dor Equilíbrio Energético Filosofia Homem Praticas Integrativas e Complementares Responsabilidade Social Saiba Mais Saúde da Mulher Shiatsu Técnica Voluntariado depressão infantil obesidade infantil pele stress Alimentação Analgesia por Acupuntura Anestesia Atividade Bach Bioeletrografia Cirurgia Coluna Coração Cosméticos Cronobiologia Cérebro Deficiencia Visual Deficiência Visual Dependencia Dependência Dieta Digestão Disfunção Sexual Do-In Doenças Ocupacionais Estomago Exame Five Five Konzept Florais Fotos Kirlian Fármacos Gestante Gestação Gravidez Hair test Higiene Hipertensão Impotência Impotência Sexual Inclusão Indústria Farmacêutica Kilian Leitura Complementar Libido Literatura Recomendada Livros Língua Mineralograma Musculos Neurologia Obesidade Orientação e Mobilidade PIC Parto Pedras Quentes Percepção Período Menstrual Política de Saúde Pressão Alta Protocolo NADA Qualidade de Vida Quelação Saúde Silício Stiper TO TPM Tato Terapia Floral Trabalho Visão Vícios artemísia banho terapeutico cadeias musculares calor dermatoses prolongamento rotina doméstica treinamento

Video