Terapia Ocupacional: Rompendo Paradigmas

Sala de Terapia Ocupacional
A maioria das pessoas tem um comportamento de evitação nítido ao lidar com portadores de necessidades especiais. Muitas vezes pela falta de conhecimento, inabilidade, ou até mesmo medo de causar algum outro estrago e por ultimo, por preconceito ou estigma. Até que um dia isso se modifica, quando acontece um infortúnio na família e algum parente próximo, ou a própria pessoa, adquire um Handcap(nome usado para perda da capacidade funcional) advinda de alguma doença ou acidente.

Abre-se um universo de conhecimento, novas palavras se incluem em seu vocabulário como lutas, inclusão, adaptação, acessibilidade, reabilitação, integração. E isso é apenas o começo de uma vida dedicada a superação de uma nova condição.

Em um centro de reabilitação encontramos serviços de Assistência Social, Clínica Médica, Fonoaudiologia, Fisioterapia, Odontologia, Oficina de Órteses e Próteses e Terapia Ocupacional, abreviada costumeiramente como TO.

O Terapeuta Ocupacional, como é denominado o profissional da área, é capacitado através de curso de graduação regular - 4 anos, e deve ser inscrito no conselho regional do seu estado, a saber sistema CREFITO - Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional. É importante salientar que não existem técnicos de Fisio e nem de TO, essa prática é crime e que também o conselho é dividido entre essas duas profissões, porém cada qual com sua autonomia e áreas de atuação bem distintas e definidas.

O Terapeuta Ocupacional utiliza atividades humanas como forma de tratamento, o que não deve ser confundido com mera ocupação do tempo ou recreação. Cada atividade prescrita é integralmente analisada para as necessidades do paciente. Sejam elas físicas, psíquicas ou sociais.

O TO pode se inserir através do contexto da atividade, nos mais diferentes campos, sejam eles: a escola, o trabalho, a comunidade, os hospitais e clínicas, nas unidades prisionais, enfim... um sem número de situações e lugares.

Basicamente a preocupação gira em torno de capacitar e incentivar o maior nível de independência que a pessoa possa atingir. Assim atividades de vida diária como autocuidado, troca de vestuário, etc são conquistas tão importantes quanto a inserção no ambiente social.

A clientela da Terapia Ocupacional não se resume a adultos ou acidentados, incluem crianças, jovens, idosos e todos aqueles que mesmo não portando algum tipo de deficiência ou necessidade especial, necessitem de integração social ou reabilitação na comunidade.

O Terapeuta Ocupacional atua na reabilitação de pessoas portadores de diversas doenças e síndromes: Alzheimer, Parkinson, Depressão, Acidente Vascular Cerebral, Traumatismo Cranio Encefálico, Esclerose Lateral Amiotrófica, Esclerose Multipla, Down, West, Prader-Willi, Guillain-Barré, Amputações, até problemas mais leves como Tendinites, Síndrome do Túnel do Carpo, etc. Inclusive a reabilitação da mão é uma área de especialização da Terapia Ocupacional.

Inclusão no Trabalho
A atuação social é dirigida para indivíduos em situação de risco social - seja por baixa renda ou comunidades sem infraestrutura básica e classes estigmatizadas (detentos/ ex-detentos, dependentes químicos, desalojados, vítimas de violência ou exploração sexual, portadores de doença mental), através de oficinas e grupos de apoio. Também cumpre papel crucial na inserção e re-inserção da pessoa portadora de necessidade especial no mercado de trabalho, o que se denomina reabilitação profissional.

Obrigada pela visita, até a próxima postagem!

Veja também...

Tags

Acupuntura MTC Energia Terapias Corporais Massagem Meridiano Terapia Ocupacional Agulhas Auriculoterapia Cultura Diagnóstico Dores Articulares Moxabustão Pediatria Prevenção Reabilitação Relaxamento Saúde do Homem Teoria Tratamento auto-massagem crianças doenças infantis eletroacupuntura estética Articulações Atendimento Social Compulsão Contato Disfunção Erétil Dor Equilíbrio Energético Filosofia Homem Praticas Integrativas e Complementares Responsabilidade Social Saiba Mais Saúde da Mulher Shiatsu Técnica Voluntariado depressão infantil obesidade infantil pele stress Alimentação Analgesia por Acupuntura Anestesia Atividade Bach Bioeletrografia Cirurgia Coluna Coração Cosméticos Cronobiologia Cérebro Deficiencia Visual Deficiência Visual Dependencia Dependência Dieta Digestão Disfunção Sexual Do-In Doenças Ocupacionais Estomago Exame Five Five Konzept Florais Fotos Kirlian Fármacos Gestante Gestação Gravidez Hair test Higiene Hipertensão Impotência Impotência Sexual Inclusão Indústria Farmacêutica Kilian Leitura Complementar Libido Literatura Recomendada Livros Língua Mineralograma Musculos Neurologia Obesidade Orientação e Mobilidade PIC Parto Pedras Quentes Percepção Período Menstrual Política de Saúde Pressão Alta Protocolo NADA Qualidade de Vida Quelação Saúde Silício Stiper TO TPM Tato Terapia Floral Trabalho Visão Vícios artemísia banho terapeutico cadeias musculares calor dermatoses prolongamento rotina doméstica treinamento

Video