Analgesia por Acupuntura

O tema de hoje é bastante  polêmico: Analgesia por acupuntura. Nem todos os profissionais de saúde conhecem o tema, outros, não se arriscam a realizar cirurgias com esse tipo de analgesia, mas é uma modalidade diferente de sedação. O vídeo abaixo encontrado no site You Tube ilustra muito bem o que é isso, pois só com palavras, a explanação fica muito à desejar. 


Atenção: as imagens de ambos os vídeos são impactantes para pessoas sensíveis.






Como vocês podem observar a analgesia foi feita em 1970 (isso não é nenhuma técnica nova - só não é divulgada). Inicialmente o que podemos observar é a presença de um aparelho eletroestimulador, somente com ele é possível realizar esse tipo de analgesia. Porque? Porque para se obter analgesia em acupuntura é necessário o estímulo constante e intenso nas agulhas e as mãos de um humano não conseguem reproduzir por muito tempo, movimentos em perfeita sincronia e intensidade - o que deve ser mantido por horas, desde o pré até o pós-operatório.

As perguntas que surgem então são: quais os benefícios ou vantagens da analgesia por acupuntura? E se a técnica é tão boa porque não é divulgada?

Primeiramente as vantagens são grandes: 


  1. Não há introdução de medicação sedativa e com isso menor risco de complicações durante o procedimento cirurgico (por exemplo depressão excessiva do Sistema Nervoso Central);
  2. O sangramento é mínimo, como vocês podem ver nas imagens, em comparação com um parto cesáreo tradicional ocidental, a mulher praticamente não sangra, isso ajuda e muito a recuperação da futura mamãe; 
  3. O pós-operatório tem recuperação bastante rápida e risco de complicações, como infecções, embolias, etc praticamente zero;
  4.  Barateamento do procedimento, despesas com anestesia são o adicional de toda cirurgia. Nada contra os colegas Anestesistas, até faço campanha para que eles realizem a anestesia por Acupuntura -  uma especialização dentro da sua própria especialidade - um grande diferencial profissional.

      Isso é o que podemos observar só  de início, pois repare que o corte no abdome é vertical e não transversal e isso é bom! Embora seja uma cicatriz mais visível para a mulher ocidental,  que costumeiramente usa biquini, ele é um tipo de cicatriz que poupa a passagem dos meridianos. Muitas mulheres não sabem, mas passam a adquirir problemas depois de um parto cesáreo devido a obstrução dos seus meridianos, primeiro pelo corte e depois pela cicatrização -  às vezes com quelóides. E isso em qualquer cirurgia. Quem não diz que nunca foi o mesmo depois de 'passar pela faca'?

      Agora vamos passar a segunda questão, que tem haver com a última vantagem. A técnica não é muito divulgada por duas questões: 

      1. Dá um pouco de trabalho e exige conhecimento do Acupunturista, ou seja, requer pessoal altamente especializado e treinado para Analgesia - conhecimento amplo em eletroacupuntura é fundamental; 
      2. Mexe no bolso da classe médica(anestesista) e principalmente das gigantes farmacêuticas - afinal pra quem elas vão vender anestésicos cirúrgicos se os hospitais adotarem esse tipo de analgesia? Ou o que vão fazer com as montanhas de medicamentos já produzidos? Por favor, respondam essa ultima pergunta apenas mentalmente...rss

          É por isso que a Acupuntura enfrenta muitas barreiras, porque, além de já tratar doenças ditas incuráveis pela Medicina Ocidental - fazendo com que tratamentos onerosos sejam abandonados e com isso economizados rios de dinheiro pelos pacientes; ainda causa grande impacto no mercado farmacêutico! Claro que existem casos e casos, existem também aquelas situações em que só obtemos sucesso com medicação associada à MTC. Porque geralmente, o paciente só procura o terapeuta complementar quando todas as demais terapias já foram tentadas e não obtiveram êxito! Daí os 'milagres' da MTC, por resolverem problemas que muitas vezes só tem como opção final, as cirurgias.

          Por fim, a Analgesia por Acupuntura pode ser utilizada em pacientes de todas as faixas etárias: de crianças, à idosos e na maioria das cirurgias: cardíacas, dentárias, ginecológicas, gástricas, etc. A pessoa fica consciente durante todo o procedimento, sente que estão tocando em seu corpo, mas não há sensação de dor, apenas o tato. Esse segundo vídeo, originado do mesmo site, é sobre uma cirurgia cardíaca de alto risco, que foi muito bem sucedida e mostra a paciente horas depois, conversando em seu quarto. Espero que tenham gostado da postagem.





          Veja também...

          Tags

          Acupuntura MTC Energia Terapias Corporais Massagem Meridiano Terapia Ocupacional Agulhas Auriculoterapia Cultura Diagnóstico Dores Articulares Moxabustão Pediatria Prevenção Reabilitação Relaxamento Saúde do Homem Teoria Tratamento auto-massagem crianças doenças infantis eletroacupuntura estética Articulações Atendimento Social Compulsão Contato Disfunção Erétil Dor Equilíbrio Energético Filosofia Homem Praticas Integrativas e Complementares Responsabilidade Social Saiba Mais Saúde da Mulher Shiatsu Técnica Voluntariado depressão infantil obesidade infantil pele stress Alimentação Analgesia por Acupuntura Anestesia Atividade Bach Bioeletrografia Cirurgia Coluna Coração Cosméticos Cronobiologia Cérebro Deficiencia Visual Deficiência Visual Dependencia Dependência Dieta Digestão Disfunção Sexual Do-In Doenças Ocupacionais Estomago Exame Five Five Konzept Florais Fotos Kirlian Fármacos Gestante Gestação Gravidez Hair test Higiene Hipertensão Impotência Impotência Sexual Inclusão Indústria Farmacêutica Kilian Leitura Complementar Libido Literatura Recomendada Livros Língua Mineralograma Musculos Neurologia Obesidade Orientação e Mobilidade PIC Parto Pedras Quentes Percepção Período Menstrual Política de Saúde Pressão Alta Protocolo NADA Qualidade de Vida Quelação Saúde Silício Stiper TO TPM Tato Terapia Floral Trabalho Visão Vícios artemísia banho terapeutico cadeias musculares calor dermatoses prolongamento rotina doméstica treinamento

          Video